Projectos de Investigação activos

The Sites of Chemistry/Chantiers de la Chimie, financiado por Maison Française/Oxford University, Wellcome Trust, Society for the History of Alchemy and Chemistry, 2010/14

http://www.sitesofchemistry.org/index.php?option=com_content&view=article&id=2&Itemid=2

Membro de Comité Consultivo: Ana Carneiro

Desde as suas origens no século XVII, a química tem sido praticada em diversos espaços e lugares, desde a corte de principes e monarcas até à oficina de boticário ou do tintureiro, passando por sociedades científicas, anfiteatros e laboratórios de universidades e fábricas. Este projecto visa analisar estes espaços, do século XVIII ao século XX.

Regulação no Sector das Telecomunicações , PTDC/EGE-ECO/115451/2009 

Investigador Responsável: Duarte Brito

Efeitos sobre o Bem-Estar de Descontos Recíprocosem Oligopólio, PTDC/EGE-ECO/111558/2009

Investigador Responsável: Duarte Brito

Economics and Institutions,  PTDC/ECO/65317/2006, 2008-2011

Fernanda Llussá, com Francisca Oliveira, Nuno Garoupa, e José Tavares

A Popularização da Ciência e da Técnica em Portugal (sécs. XIX-XX), Compromisso com a Ciência, FCT/MCTES, 2007-2012

http://www.ciuhct.com/index.php/en/research/209-a-popularizacao-da-ciencia-e-da-tecnica-em-portugal-secs-xix-xx.html

Investigador Responsável: Maria Paula Diogo

O projecto propõe-se lançar as bases de um trabalho de levantamento e tratamento sistemático das fontes de popularização da ciência e da tecnologia no nosso país, entre os séculos XVIII e XX. Um primeiro objectivo é compreender as formas como a ciência e a tecnologia são dadas a conhecer a um público de não especialistas e a percepção que este tipo de audiência tem do papel e da importância da ciência e da tecnologia na sociedade portuguesa.

Reconstruindo o continente africano: a engenharia portuguesa e a apropriação dos territórios coloniais de Angola e Moçambique (1870-1974), PTDC/HIS-HCT/118359/2010, 2011-2014

Investigador Responsável: Maria Paula Diogo

O objectivo deste projecto é compreender o uso das competências da área da engenharia como elemento crucial da estratégia portuguesa de apropriação e gestão dos territórios e recursos em Angola e Moçambique, entre meados do século XIX e o meados dos anos 70 do século XX. ). A construção das infra-estruturas nos territórios coloniais é um dos pontos mais relevantes deste processo, nomeadamente a partir do Novo Imperialismo. O pressuposto fundamental deste projecto é o de considerar a tecnologia como o elemento crucial da influência da Europa no mundo, transformando-a num "irresistible empire”. Na nossa análise usamos a grelha conceptual de análise dos LTS (Large Technological Systems) e os conceitos de “technopolitics”) e de "portals of globalization".

Making Europe: Technologies and Transformations, 1850-2000 (book series editor: Johan Schot), Palgrave/Foundation for the History of Technology, 2009-2012 

http://www.makingeurope.eu/www/en/bookseries

Co-autora do volume 6, Europe in the Global World: Maria Paula Diogo

Este conjunto de 6 livros tem como objectivo referescar a visão da construção de uma ideia e de uma prática da Europe, através do que os autores denominam de lentes da tecnologia. Assim, os vários volumes baseiam-se num conjunto de conceitos e ferramentas de análise desenvolvidas ao longo de cerca de 10 anos através de uma rede financiada pela ESF, que trazem para a boca de cena um actor muitas vezes ignorado na análise das dinâmicas de construção da(s) identidade(s) europeia(s): a tecnologia, nas suas vertentes operativa e cognitiva.

Ingeniería e Cultura Cientifica en Catalunya y Espana, (HUM2007-62222/HIST, Ministerio da Educácion y Ciencia, Espanha), 2009-2012 

http://www.ciuhct.com/index.php/en/research/210-ingenieria-e-cultura-cientifica-en-catalunya-y-espana.html

Coordenadora do Grupo Português: Maria Paula Diogo (Coordenador Geral: Antoni Roca-Rosell, ETSEIB/UPC).

Este projecto debruça-se, simultaneamente, sobre património e história da ciência e da tecnologia. O grupo português foca o seu trabalho numa abordagem comparativa (Portugal, Russia, Itália e Espanha), privilegegiano os seguintes tópicos:  1) análise dos manuais usados no ensino da engenharia; 2) as estratégias  de promoção de uma cultura científica e técnica local e de profissionalização dos engenheiros.

Observatório da Inserção Profissional dos Diplomados da Universidade NOVA de Lisboa (OBIP UNL) - 2010-

http://www.unl.pt/obip/observatorio-da-insercao-profissional/?searchterm=OBIP

Co-coordenadora: Mariana Gaio Alves